WA detalha sobre obtenção de índices olímpicos na maratona e marcha

207
Foto: Michael Appleton / Mayoral Photography Office

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) recebeu circular da World Athletics (ex-IAAF), que divulgou em nota oficial com detalhamentos sobre a antecipação do período de qualificação das provas de maratona e marcha atlética para os Jogos Olímpicos de Tóquio. A data inicial de retomada das marcas exigidas era 1º de dezembro de 2020 e agora será a partir de 1º de setembro.

Mas a decisão da WA limita-se apenas ao Índice de qualificação. O acúmulo de pontos para o ranking mundial e a classificação automática por meio da colocação nas maratonas do selo Gold e Platinum da WA permanecem suspensos até 30 de novembro.

Durante o período de 1º de setembro a 30 de novembro, os atletas podem alcançar os índices apenas em eventos pré-identificados e autorizados por uma federação membro ou que façam parte do circuito mundial de atletismo, com controle de dopagem e seguindo todos os requisitos da WA.

Desta forma, atletas que queiram tentar a qualificação olímpica em tais eventos devem comunicar a intenção para a CBAt, com a máxima brevidade, para que a Unidade de

Integridade do Atletismo (AIU, na sigla em inglês) seja notificada com o nome do participante, a data, o local e a prova em que pretende competir.

Isso garantirá que controles de dopagem fora de competição e em competição possam ser programados e organizados.

Para atletas que planejem competir já em setembro, o tempo é limitado e é fundamental que essa notificação seja feita o mais rapidamente possível. Para os que irão competir em outubro e novembro, a AIU deve ser notificada no máximo seis semanas antes da data da corrida. A AIU irá, por sua vez, confirmar se o controle de dopagem do atleta está de acordo com os requisitos e identificar o atleta como elegível para a qualificação olímpica, notificando o organizador da corrida e a federação nacional.

A World Athletics, em cooperação com a AIU, validará as inscrições e publicará a lista desses eventos pré-identificados no site da WA (https://www.worldathletics.org/) no início de setembro.

Maratona de Londres 2020 – Como já anunciado pela WA, a Virgin Money London Marathon, prevista para o dia 4 de outubro, se comprometeu a promover a oportunidade de qualificação para atletas de todo o mundo.

Foto: Site Oficial World Athletics

Abaixo seguem critérios de elegibilidade acordados com a organização da corrida para a inscrição de atletas de elite:

1-Podem solicitar um convite, somente atletas não qualificados para a maratona olímpica.

2-Que tenham obtido as seguintes marcas no período 2019-2020:

a-Maratona: sub 2:15:00 (homens) e 2:34:00 (mulheres)

b-Meia maratona: sub 1:02:30 (homens) e 1:11:30 (mulheres)

3-As vagas serão limitadas a 50 atletas por corrida. Se mais de 50 atletas elegíveis se candidatarem, os inscritos serão selecionados com base em:

a-Melhor marca na maratona

b-Melhor marca na meia maratona

4-Uma consideração especial será dada à diversidade para atletas dos diversos continentes, representados pela Associação de Área do Atletismo.

Além disso, deve ser observado o seguinte:

1-A identificação do convite é apenas para o atleta, nenhum acompanhante será admitido como parte do convite.

2-Todos os convites ficam a critério do organizador London Marathon Events Ltd.

3-A hospedagem será fornecida pela organização no hotel oficial do evento.

Em caso de dúvidas, os interessados devem entrar em contato com o Departamento Técnico da CBAt.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here