Trabalho da equipe do SESI se destaca mesmo em um ano atípico

755
Foto: Chris Correa/FPA

A Federação Paulista de Atletismo realizou entre os dias 03 e 06 de dezembro, a última edição de 2020, do Campeonato Paulista Caixa de Atletismo Sub-16, Sub-18 e Sub-23. A competição realizada na Pista De Atletismo CEAR – Swiss, em Campinas. Na classificação final por clubes, o SESI-SP ficou com a primeira colocação da categoria Sub-23, foi terceiro colocado no Sub-18 e vice-campeão, no Sub-16.

Para falar sobre o bom desempenho da equipe do SESI-SP, conversamos com o treinador Darci Ferreira, ex-atleta de meio-fundo, Darci é formado pela UNICAMP e treinador de atletismo há mais de 15 anos, atuando no SESI-SP nesta função deste 2010.

Fala Professor!

Entendo desde muito cedo que a vida não é fácil. Então aprendi a valorizar todas as oportunidades. Com o COVID19, de cara percebi que o otimismo tinha que fazer a diferença sempre e a todo momento, por mais difícil que as coisas pudessem ficar.

Como nossa equipe é jovem, o mais velho tem 22 anos, já combinei com eles que ganhamos mais um ano para se preparar para Olimpíadas, e em cima disso planejamos o ano para melhor fazer de treino, ou seja, a fase de competição ser em dezembro, e acreditei nesse meu pensamento porque o mundo não sabia como ficariam as coisas, eu sempre um otimista tracei esse plano como meta a ser atingida.

Tive um propósito ainda maior, já ganhamos um ano para fazer marcas, agora tínhamos que nos cuidar e terminar a pandemia com vida, tínhamos que sair dela mais fortes e melhorar nossa marcas pessoais.

Desta forma passava atividades direcionadas para todos fazerem em casa e aquele que tivesse a melhor criatividade tinha que falar para todos em reuniões online nas noites de quinta, desta forma a criatividade minha e deles se consolidou.

Agora com o mesmo objetivo todos assumiram um lindo compromisso comigo e com cada um de forma única e verdadeira. Foram dias, semanas e meses duros ao termos que nos reinventar.

Aprendi desde cedo que mar calmo não faz marinheiros fortes.

Que em tempos de guerras os pais enterram os filhos, em tempos de paz os filhos enterram os pais. Isso é tão verdadeiro que era só ligar a TV que se contava os doentes e mortos, logo em época de pandemia todos morriam, então os estimulei a fazer atividades físicas depois dos seus treinos com seus familiares para que um cuidasse do outro, passei estudos onde a atividade física ajudaria a combater a COVID19, dessa forma todos ficaram atentos e disciplinados.

O bom resultado conquistado na pista é o resultado de um trabalho realizado fora dela. Em meio a pandemia, o treinador Darci Ferreira da Silva conta como foi o primeiro momento e a relação com os atletas de todas as categorias.

“Dentro do planejamento para as diferentes categorias Sub-16, 18, 20, 23 e Adulto, sabemos e conhecemos a realidade de vida de cada atleta, então eu e minha esposa Rosana, combinamos de fazer os treinos de forma que todas as categorias estivessem ligadas de alguma forma, exemplo: os atletas mais novos falavam as dificuldades e ansiedades para os mais velhos e o contrário também acontecia, então fazíamos as considerações de todos se perceberam no mesmo barco, mesma família e sempre um cuidava do outro e foi desta forma que seguimos os métodos citados acima”, explicou Darci.

Com o encerramento do Campeonato Paulista e a proximidade com o fim da temporada, o treinador já projeta 2021 e agradece aqueles que foram essenciais para superar o atípico ano de 2020.

“Para este fim de ano depois do Brasileiro Sub-23 todos terão o merecido descanso. Para quem está na “briga” para Olimpíada, o descanso será menor e desta forma vamos reescrever outro planejamento para 2021. O ano de 2020 foi complicado e tumultuado mais terá os mesmos 365 dias. Ou seja, o que contou e para nós fez a diferença foi uma organização generalizada tanto na equipe de atletismo como expliquei, mais tivemos o apoio sólido do SESI-SP nas pessoas do presidente Paulo Skaf, do superintendente Alexandre Pflug e da liderança e excelência de gestão do Eduardo Carreiro e toda equipe na nossa unidade de Santo André nas pessoas da Patrícia, Daniela, Fernando e Mário. Com organização é possível mesmo em meio ao caos extrair o melhor de cada criança, adolescente, jovem adulto”, agradeceu o treinador.

O evento ainda sem a presença de público, a competição contou com 46 árbitros (Sub-16) e 62 (Sub-18 e Sub-23), 198 atletas e 39 equipes (Sub-23), 194 atletas e 35 equipes (Sub-18), 162 atletas e 31 equipes (Sub-16). Todos os protocolos de saúde foram seguidos.

O Campeonato Paulista Adulto/Sub-20 é uma realização da Federação Paulista de Atletismo com patrocínio da Caixa Econômica Federal e apoio da Pista e Campo e Solst.

Siga o Atletismo Paulista no Instagram

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here