Projeto GEAV segue revelando talentos para o Atletismo Paulista

724

No último dia 26 de setembro, a Federação Paulista de Atletismo realizou o 2º Festival Atletismo Paulista, em Campinas. Entre os inscritos, estavam os atletas da Gremiação Esportiva Alta Velocidade (GEAV), destaque para Natan dos Anjos e Artur Oliveira.

Moradores da periferia de Itapecerica da Serra, Natan dos Anjos e Artur Oliveira começaram no GEAV com 10 e 09 anos respectivamente, ainda no Brincando de Atletismo.

O Projeto Brincando de Atletismo da Equipe Alta Velocidade, propõe a crianças e adolescentes na teoria e vivência prática do atletismo brincadeira. Suas ferramentas contribuem no desenvolvimento motor, cognitivo e afetivo da criança, utilizando movimentos das capacidades básicas do ser humano, (correr, saltar e arremessar).

Natan dos Anjos

Bicampeão Brasileiro nos 3000 m, na categoria Sub-18, o atleta Natan dos Anjos (18 anos) competiu no 2º Festival Atletismo Paulista e fechou a prova dos 5000 m na terceira colocação com tempo de 15.26, o resultado o coloca na liderança do Ranking Brasileiro 2020 na categoria Sub-20.

Artur Oliveira

Outro destaque do Projeto GEAV, é Artur Oliveira, aos 18 anos o atleta nascido em Itapecerica da Serra é o 13º no Ranking Brasileiro 2020 com tempo 22.99, obtido na competição realizada em Campinas no dia 26 de setembro.

Formado em Educação Física Licenciatura/Bacharelado na Faculdade Unitalo Brasileiro, Ricardo de Freitas da Silva é Assessor de Departamento na Prefeitura de Itapecerica da Serra, idealizador e atualmente treinador no Projeto Gremiação Esportiva Alta Velocidade, de atletismo.
 
“Os atletas lutam bravamente para estarem entre os cinco melhores do País em suas categorias.  O Projeto, que mesmo em dificuldades para se manter, utiliza da ferramenta, o desenvolvimento do Espírito de Luta e Grupo para dar seguimento à longo prazo o seu sucesso”, contou Freitas, que é treinador nível I – WA.
 
“A capitação de recursos, provém de realizações de rifas, bingos, feijoadas beneficente e bazar. Outro lado também tem apoio da Prefeitura de Itapecerica de Serra e alguns comerciantes nas despesas de taxas administrativas, que aliás é conduzida pelos próprios atletas”, explicou Ricardo Freitas, idealizador Projeto GEAV.

Ano atípico

Sem poder realizar os treinamentos presenciais devido a pandemia causada pelo novo coronavírus (COVID-19), os treinamento no Projeto GEAV precisaram passar por readaptações.

“Foi difícil pela gravidade da doença, porém sabíamos que não seria difícil para se adaptar aos treinos, coisa que já estamos acostumados, devido ao baixo recurso. Conseguimos vencer mais essa. Os treinos de preparações muscular foram todos feitos com cada um em sua casa, muitos treinos adaptados”, contou o treinador.

Ricardo Freitas ainda completou. “Já na aplicação das metodologias é que obtenho a permanência dos atletas por um longo Período. Sigo um linha de trabalho criada aqui. Onde umas das fases primordiais é a de ‘apreciação do atletismo’. Essa fase, onde concentro meu foco nas crianças que aqui chegam, e onde minha meta é apresentar o atletismo rico em possibilidades, tanto fisiológica como psicológica”, finalizou.

O Projeto GEAV conta com apoio da Prefeitura de Itapecerica da Serra.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here