Geisa Arcanjo fala em alívio mental após retorno aos treinos no CNDA

57
Geisa Arcanjo, em treino no CNDA (Wagner Carmo/CBAt)

Nascida na cidade de São Roque (interior de São Paulo), a atleta olímpica, Geisa Arcanjo voltou aos treinamentos no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA). O espaço foi reaberto seguindo o Plano de Retomada aprovado pelas autoridades sanitárias de Bragança Paulista e neste primeiro momento, está atendendo apenas alguns atletas (Veja as normas no final do texto).

Aos 28 anos, Geisa Arcanjo já participou de duas Olimpíadas, Londres 2012 e Rio de Janeiro 2016 e mesmo com toda experiência relata que sentiu falta da rotina pesada e que estava precisando voltar aos treinamentos.

“O retorno foi um alívio no quesito Saúde Mental, nada melhor do que ter de volta um pouco da minha rotina pesada e de cobrança. Por mais que o futuro ainda seja incerto com competições somente lá em dezembro, estar numa pista e em um setor faz toda a diferença”, explicou a atleta do EC Pinheiros.

Entretanto, durante o período de quarentena, Geisa Arcanjo não deixou de treinar e arrumou uma forma para se manter em atividade.

“Eu consegui emprestados alguns materiais para realizar uma musculação de manutenção de força e fui ao lado da casa do Darlan em um terreno baldio, para fazer técnica. De qualquer maneira se perde forma física, só que o pouco que pude fazer, já ajuda muito”, disse Geisa Arcanjo, que fechou a temporada 2019 na liderança do ranking nacional com a marca de 18,10.

Veja as novas regras do CNDA

Os treinos só podem ocorrer de segunda a sexta-feira em dois horários: das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas, tanto na pista como na sala de musculação. Aos sábados, os treinos são permitidos apenas das 8 às 12 horas na pista oficial (o galpão da pista coberta permanecerá fechado).

O CNDA ficou fechado por 105 dias em função da pandemia e foi reaberto no dia 6 de julho seguindo o Plano de Retomada aprovado pelas autoridades sanitárias de Bragança Paulista. Até sexta-feira (10/7) apenas 27 atletas podiam utilizar as instalações. Agora, o número deverá ficar em torno de 30.

Cuidados

Todos os atletas e treinadores têm de aferir a temperatura corporal na entrada do CNDA e responder a um questionário diário de anamnese. Todos têm de utilizar máscaras de proteção, podendo retirá-las somente no momento dos exercícios.

Neste primeiro momento, somente podem treinar atletas que integrem o Plano de Preparação Olímpica do COB/CBAt, medalhistas em Campeonatos Mundiais e Jogos Pan-Americanos (2019), atletas da categoria Sub-20 medalhistas no Mundial 2018 ou que possuam índices para o Mundial Sub-20 de 2020, e os que já realizavam treinamento contínuo no CNDA, maiores de 18 anos.

Os atletas devem sempre estar acompanhados de seus treinadores. Está proibido o treinamento de menores de 18 anos e recomenda-se fortemente que não haja a presença de pessoas acima de 60 anos na instalação. Está proibida também a entrada de parentes de qualquer grau, dirigentes, amigos etc.

A permanência de atletas e técnicos no CNDA somente está permitida durante o horário de treinamento autorizado, não podendo ficar no local antes ou depois do horário determinado.

 A CBAt, sempre em conjunto com as autoridades sanitárias de Bragança Paulista, avaliará constantemente a situação da pandemia da COVID-19, visando a expansão de atendimento a outros atletas, o que será divulgado sempre por Nota Oficial.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here