Falta de vacina contra coronavírus ameaça realização dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

176
Atenas Grécia 19 93 2020 cerimônia de entrega de chama olímpica no Estádio Panatenaico de Atenas., Grécia. Jogos Olímpicos de Verão Tóquio 2020 foto COI

No dia 30 de março (2020), o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, junto com o governo do Japão e o Comitê Organizador das Olimpíadas anunciou a nova data dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Entretanto, surgiu uma nova informação, uma autoridade médica do Japão questionou a possibilidade até mesmo do cancelamento da competição.

“Minha opinião é que, se uma vacina eficaz não tiver sido desenvolvida, será difícil realizar os Jogos Olímpicos”, disse o Dr. Yoshitake Yokokura, presidente da Associação Médica do Japão, em entrevista ao jornal The New York Times.

Vale lembrar que a Olimpíada 2020 foi adiada por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus (COVID-19) e um novo adiamento já foi descartado pelo presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio, Yoshiro Mori.

“Não há chance. Pensando nos atletas e nas questões relacionadas à gestão dos eventos, é tecnicamente difícil adiá-los mais uma vez”, declarou Mori, ao jornal japonês Kyodo News.

Impacto

Conforme o jornal japonês Nikkei, especializado em economia, o adiamento dos Jogos Olímpicos poderá custar ao Japão cerca de R$ 13 bilhões. Para minimizar os impactos, o presidente do Comitê Gestor estuda algumas possibilidades, uma possibilidade seria unificar as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here