Falece um dos grandes técnicos de Atletismo do Brasil, José dos Santos Primo

680
Fonte: Jornal RP10

Nascido em Juazeiro, na Bahia, em 05 de março de 1935, José dos Santos Primo migrou para São Paulo em 1941. Iniciou sua trajetória vitoriosa no Esporte Clube Vila Mariana aos 17 anos de idade, em seguida ingressou nas forças armadas e após se tornar campeão Brasileiro dos 3000 m com obstáculos, passou a representar o clube Vasco da Gama, e foi também recordista brasileiro dos 1.500 m em 1957.

Representando a Seleção Brasileira, foi campeão sul-americano dos 1.500 m e dos 3.000 m com obstáculos em 1961, em Lima, no Peru, e em 1963 em Cáli, na Colômbia, e disputou os Jogos Pan-Americanos de 1963, sendo quarto colocado nos 1.500 m.

Trabalhou também como preparador físico em times de futebol profissional em Bauru, Birigui e Araçatuba, colocando as equipes sempre com destaque durante sua atuação. Entre os seus atletas estava o lateral Zé Maria, da Ferroviária de Botucatu, Portuguesa, Corinthians e Seleção Brasileira.

Descobriu seu talento como treinador auxiliando seus amigos de equipes, e foi para Araçatuba na década de 60 a convite do Ex-Campeão e Recordista Brasileiro dos 400 c/ barreiras, Anubis Ferraz da Silva, filho do prefeito da cidade para substituir o técnico Franz Gaspar, técnico Húngaro que na época estava se aposentando.

Em Araçatuba, atuou por décadas, e se aposentou como funcionário público municipal, e construiu junto ao poder público municipal um trabalho de enorme organização, onde os atletas tinham alojamento, alimentação, educação, treinamento de rendimento e atendimento médico/fisioterápico e suporte financeiro, até hoje raro no país quando se analisa a amplitude do projeto e o potencial transformador dessas ações coordenadas.

Defensor da Educação aliada ao esporte, proporcionou que mais de uma centena de atletas de origens muito humildes alcançassem o ensino superior, área que também atuou, lecionando nas aulas de Atletismo da Faculdade Toledo por vários anos.

Primo se orgulhava de seu trabalho com jovens atletas. Segundo contou em uma entrevista para a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) em 2016, o baiano de Juazeiro treinou 15 representantes brasileiros em Jogos Pan-Americanos, 12 em Campeonatos Mundiais e seis em Jogos Olímpicos. Além desses foram dezenas de atletas de categorias de base em seleções brasileiras ao longo de mais de 25 anos consecutivos.

Zequinha Barbosa deixa sua homenagem

Arquivo pessoal de Zequinha Barbosa

Hoje meu coração está moído de tanta tristeza. Faleceu o técnico, pai, mentor, amigo, conselheiro José dos Santos Primo. Primo criou em mim o ideal olímpico. Ele fez eu acreditar que poderia correr entre os melhores atletas do mundo e um dia correr nos olímpios. Eu sou que sou esse Homem e técnico me ajudou muito.

Primo sou muito grato por tudo que você fez por mim e na minha vida. Não tenho palavras para descrever o Amor que sinto por você. Primo é verdadeira pedagogia do exemplo. Para mim você foi tudo que um ser humano representa ser. Primo humilde, generoso, honesto, íntegro, sincero, sábio, inteligente e profissional. Hoje uma parte de mim está muito triste.

Mas tenho que agradecer a Deus por ter colocado você na minha como um maior presente que um jovem atleta sonhador como eu poderia ter recebido. Você jamais vai ser esquecido porque o seu Amor está vivo no meu coração, na minha alma e no meu espírito. Descanse em Paz José do Santos Primo. Deus o tenha em bom lugar.

Carinho com seus atletas

Chamava seus atletas de “filhos”, e trabalhava com enorme seriedade mesmo com aqueles que tinham destaque apenas regional ou estadual. Aliás, muitas de suas conquistas ocorreram nos Jogos Regionais e Jogos Abertos do interior, competições tradicionais do Estado de São Paulo e que ele amava participar com suas equipes.

Esse carinho e comprometimento fez com que durante anos, seus ex atletas, agora Professores, administradores, advogados, dirigentes e gestores esportivos, personal trainers, empresários passarem a realizar verdadeiras “romarias”, visitando-o regularmente e cuidando dele até seus últimos momentos de vida.

Foi homenageado ainda em vida como título de Cidadão Araçatubense, e com seu nome nas quadras poliesportivas do SESI de Araçatuba, e na corrida de rua “José dos Santos Primo” que acontece desde 2018.

Treinador que trabalhou décadas com a formação de atletas de rendimento, colocando por anos Araçatuba como referência no desenvolvimento do Atletismo Nacional, e levando a equipe do Interior Paulista a pódios individuais e por equipes no Troféu Brasil de Atletismo.

Por suas mãos passaram centenas de atletas, como Katsuhiko Nakaya, Claudinei Quirino, Zequinha Barbosa, Davi Vital do Rosário, Lucimar Teodoro, Claudete Alves Pina, Berenice Oliveira, Andreia Maria Pereira Brito, André Oliveira, Wellington Santos, Eliana Renata da Silva, Vera Lúcia Possari, Edson Miguel, Sheila Pereira, Washington Rodrigues, Adriano Gonçalves, Rodnan Rodrigues Alves, Venilda Pereira, Fábio Gonçalves da Silva, Marcos Flademir Vieira, Cleberson Yamada, Joel Oliveira, Andreia Celeste, Ana Messias, Nivaldo Riel da Silva, David dos Santos Nascimento, João Ricardo de Brito, André Verdinasse, e muitos outros.

Deixou enorme legado e com certeza será lembrado sempre como um dos grandes treinadores e educadores do esporte Brasileiro.

Federação Paulista de Atletismo em Luto

A Federação Paulista de Atletismo (FPA) decreta Luto por 05 dias em respeito á memória de um dos treinadores mais representativos do Atletismo Paulista.

O corpo de Primo será velado a partir das 12 horas deste sábado no Memorial Laluce, com sepultamento marcado para às 17 horas, no mesmo local, em Araçatuba.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here