Dia Internacional da Mulher: conheça a força de Cristiane Costa, atleta, árbitra, treinadora e mãe de atleta

599
Foto: Divulgação

Para celebrar e valorizar este 8 de março, Dia Internacional da Mulher, a Federação Paulista de Atletismo resolveu entrevistar um exemplo de força e garra dentro e fora da modalidade: Cristiane Costa Silva de Oliveira, paulistana que cresceu no Nordeste brasileiro, atleta master de Atletismo.

Foi em um projeto social em Timon, cidade do Maranhão, que Cristiane iniciou seus aprendizados em lançamento de disco. Com os treinos, a jovem esportista conquistou o campeonato escolar estadual com a modalidade. Também chegou a diversas finais de outras competições importantes da região.

Quando voltou a São Paulo, teve oportunidade de compor a equipe da Funilense, onde passou a treinar lançamentos e arremessos com o técnico João Paulo, em Santo André. “E assim participei do Campeonato Brasileiro de Menores de 1999 e fui a terceira colocada na prova do lançamento do disco. Em 2000 fui morar em Guarulhos e fui treinar com o Neilton, continuei mantendo bons resultados”, relembra Cristiane.

A partir daí Cristiane se tornou mãe e nem por isso deixou de estudar ou se dedicar ao esporte. “Me formei em Educação Física, cheguei a trabalhar com o futsal e ginástica artística, mas o atletismo é minha paixão. Hoje tenho 39 anos, sou professora de Educação Física, treinadora, árbitra, mãe de atleta e atleta master de Atletismo com muito orgulho”, celebra a lançadora.

Para se organizar entre tantas atribuições da vida, Cristiane conta que mantém um diário com tudo o que precisa fazer entre 6h e 21h. Na rotina estão as aulas que dá em uma escola, atividades do projeto de iniciação esportiva do Atletismo, além do próprio treinamento na modalidade.

Machismo e sonho de atleta

Apesar de estar inserida em um nicho onde há prevalência masculina, Cristiane Costa se mostra otimista em relação ao destaque da mulher no Atletismo e no esporte como um todo. 

“O machismo já caiu de moda, hoje a mulher tem conquistado cada vez mais espaço, e mostrado a sua força em todas as áreas da sociedade, hoje não cabe mais em nosso meio o homem machista, mas sim aquele que respeita e reconhece o valor das mulheres”, pontua a atleta.

Daqui para a frente, Cristiane assume que vai correr atrás de seu maior sonho de atleta: ser a atleta master mais completa do Brasil. “Parece loucura, mas amo fazer todas as provas do atletismo. Como treinadora quero chegar à seleção Brasileira, descobrir e formar grandes atletas. Como árbitra, quero ser uma grande profissional sempre. Como mãe de atleta, quero ver a minha filha nos Jogos Olímpicos”, afirma.

Falando em sua filha, Cristiane explica como foi a entrada dela no Atletismo. “Fui um grande exemplo pra minha filha no Esporte, ela iniciou na ginástica artística, fez ginástica acrobática,  tendo a mim como espelho foi para o atletismo e não saiu mais”, diz ela, toda orgulhosa.

“Eu gostaria de agradecer a Federação Paulista Paulista de Atletismo pela o oportunidade de contar um pouco da minha história, por reconhecer e valorizar as mulheres no esporte. Agradeço a todos que fizeram e fazem parte da minha história, principalmente a minha família. E parabenizo a todas as mulheres pelo nosso dia, porque somos muito especiais e merecemos tudo de bom que a vida tem a oferecer. Parabéns mulheres!”, finaliza Cristiane.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here