Destaque do atletismo brasileiro, Caio Teixeira investe nos estudos

493
Foto: VMax

No dia 21 de março, uma das grandes promessas do atletismo brasileiro completou 19 anos. Caio de Almeida Alves Teixeira (Centro Olímpico/SP), é especialista nos 400 m com barreiras e lidera o Ranking Brasileiro Sub-20 (2020), com 51.79, na temporada passada ficou na segunda colocação com 50.31 (Campeonato Pan-Americano Sub-20 de San José, na Costa Rica), atrás apenas de Alison Santos, Pio que conseguiu 48.28 (na final do Mundial Adulto de Doha, no Catar).

Após um período de férias, o campeão brasileiro e sul-americano sub-20 toma cuidados redobrados na quarentena.  Mas, o atleta já voltou a treinar exclusivamente em casa por causa da pandemia da COVID-19.  

Além de se preocupar com a preparação física, Caio Teixeira mantém os estudos em dia.

“Estudo inglês e estou no nível avançado, também consigo me comunicar em espanhol com facilidade. Gosto muito do meio ambiente e quero atuar nessa área no futuro”, disse o atleta que tem um vice-campeonato Mundial Escolar e foi finalista nos Jogos Olímpicos da Juventude, que foi realizado em Buenos Aires, Argentina, em 2018.

Já em nível avançado do idioma, o atleta lembra que o incentivo da família foi determinante para que desse início aos estudos de uma nova língua.

Foto: Matias Santana

“Desde sempre minha família me incentivou a ter um segundo idioma e escolhi o inglês por ser uma língua universal, posteriormente tenho interesse no espanhol para ampliar meu conhecimento e oportunidades”, explicou Teixeira.

Objetivo traçado. Destaque nas pistas e com a carreira em plena ascensão, considerado um dos destaques do atletismo brasileiro, Caio Teixeira acredita que o estudo é fator importante para todos os casos e já planeja uma segunda profissão.

“Já o estudo é fundamental para tudo, caso eu não tenha mais êxito em minha carreira atlética já tenho meu objetivo de ser engenheiro ambiental que é algo que quero me dedicar por amor assim como o atletismo”, disse Caio que foi indicado por professores da escola do SESI da Vila Mercês para a equipe de Atletismo do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa em 2015. “O conhecimento é fundamental e também é algo que nunca pode ser tirado ou perdido”, concluiu Caio Teixeira.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here