Campeão Sub-20 no decatlo, Arnaldo Kowales alcança índice para o Pan

968
Foto: Wagner Carmo

Já era noite no Centro Nacional do Desenvolvimento do Atletismo, em Bragança Paulista quando o atleta, Arnaldo Kowales Junior (ADC do Vale), cruzou a linha de chegada dos 1500 m em primeiro lugar e assim, fechou o decatlo na primeira colocação, com 6318 pontos.

Além da medalha de ouro no Campeonato Brasileiro, o jovem de Juquiá alcançou o índice para o Pan-Americano da modalidade, que será disputado no Chile.

Emocionado, incrédulo e a voz embargada de tanta felicidade. Conquistar a vaga no pódio do decatlo, no Campeonato Brasileiro era um dos grandes objetivos de Arnaldo Kowales Junior.

“Cara, sinceramente eu fiquei sem acreditar quando me aconteceu, a ficha demorou pra cair kkkkkkkk (sic). Mas meu, eu tinha prometido a mim mesmo no ano passado, que esse ano eu iria fazer o meu melhor, e brigaria pelo pódio nesse Brasileiro, e cumpri com minha palavra. Finalmente depois de muitos anos de dor e luta finalmente me consagrei campeão Brasileiro na prova do decatlo, com direito a vaga na Seleção Brasileira Sub-20 de 2021”, falou Kowales após a prova.

Nascido em Juquiá, Rogério Bispo, tricampeão Sul-Americano no salto em distância, campeão Mundial Militar, e atualmente primeiro vice-presidente e diretor-executivo da FPA falou com emoção dessa conquista.

“Difícil falar sobre essa conquista do Arnaldo sem parecer suspeito, há algumas boas razões para isso, ele também é de Juquiá, minha terra natal, iniciou o atletismo com o Júlio César Costa (Julião) assim como eu, ele teve seu primeiro contato com o atletismo quando fui Secretário de Esportes em Juquiá e acreditou quando falamos que ele teria condições de se tornar um dos melhores atletas do Brasil, agora carrega no peito a medalha dourada de campeão brasileiro e para coroar a conquista obteve índice para o campeonato Pan-Americano Sub-20”, comentou Bispo.

“Arnaldo é um atleta promissor do atletismo brasileiro, além de ser um jovem dedicado em tudo que faz, um grande exemplo a ser seguido pelos jovens da região do Vale do Ribeira, não se trata apenas de esporte, medalhas, resultados, estamos falando de protagonismo juvenil (frase repetida inúmera vezes por Julião a seus pupilos) e o poder do esporte na construção da cidadania de nossos jovens, se formos capazes de percebermos o que isso representa, as medalhas são meros detalhes”, disse Rogério Bispo e completou.

“Quero parabenizar o treinador Julião, que está à frente do projeto de atletismo em Juquiá a mais de 20 anos, formando muitos jovens cidadãos educando através do esporte e cultura, um ser humano incrível que tem o dom de nos transformar em gigantes na vida!”.

O vice-presidente e diretor-executivo da FPA, Rogério Bispo, agradeceu também aos professores de educação física.

“Parabéns a todos os professores de educação física que são abnegados e mesmo diante dos mais árduos desafios, proporcionam vivências impactantes na vida de nossas crianças e adolescentes, utilizando essa ferramenta educacional poderosa chamada Esporte”, finalizou.

Arnaldo também deixou seu agradecimento aos que o apoiaram neste ciclo.

“Quero agradecer ao Andrei que sempre me disponibilizou a academia dele para meus treinos, isso foi algo crucial nesse feito e ao Eduardo Kotona, meu nutricionista, que bem, eu não preciso nem dizer nada né, a dieta de um atleta é (50%) do seu resultado, e o Eduardo não economizou em me ajudar com isso”, concluiu.

Vale do Ribeira

O Vale do Ribeira já revelou grandes nomes para o atletismo brasileiro, Rosemar Coelho Neto (medalhista olímpica em Pequim 2008 no revezamento 4×100 m), Júlio Cesar da Costa (Bi-campeão Sul-Americano do salto triplo nas décadas de 80 e 90) e Rogério Bispo, tricampeão Sul-Americano no salto em distância e campeão Mundial Militar, e atualmente primeiro vice-presidente e diretor-executivo da FPA.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here