Campeã da São Silvestre, Roseli Aparecida Machado morre aos 52 anos

267
Foto: Tião Moreira

A Federação Paulista de Atletismo recebe com muito pesar a notícia do falecimento da atleta olímpica e campeã da São Silvestre Roseli Aparecida Machado, ocorrida às 5:05 desta quinta-feira (8/4), em Curitiba (PR).

Aos 52 anos, ela foi mais uma vítima da COVID-19. Estava intubada havia duas semanas, mas não resistiu à doença.

Campeã da Corrida Internacional de São Silvestre de 1996 – a segunda brasileira a vencer desde 1975, quando foi criada a prova feminina, com 52:32 -, ela representou o Brasil nos 5.000 m dos Jogos Olímpicos de Atlanta, também em 1996. Roseli terminou a prova em 22º lugar, depois de receber uma pisada no calcanhar.

Considerada uma das maiores corredoras que o Brasil teve, Roseli nasceu no dia 27 de dezembro de 1968 em Coronel Macedo (SP), mas foi criada em Santana do Itararé (PR).

Aos 14 anos, foi convidada a praticar atletismo pelo professor de educação física de sua escola por ter chamado a atenção nas aulas. Então começou a frequentar o Centro de Treinamento de Londrina (PR) e a treinar com o professor Antônio Carlos Gomes.

Durante a carreira, encerrada precocemente em 1997 por causa de uma cirurgia mal sucedida, teve resultados expressivos em provas de fundo, dos 5.000 m a maratona.

Formou-se em Educação Física e especializou-se em Fisiologia do Exercício, trabalhando a partir de 2002 como treinadora de atletismo.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here