Aylana Cezar projeta temporada 2021 e traça metas

296
Foto: Arquivo pessoal da atleta

Campeã Brasileira na disputa dos 4km da Copa do Brasil de Cross Country (tempo  16.06), Aylana Cezar (A.D Centro Olímpico), já projeta o ano de 2021. Objetiva, a atleta traça as metas para as próximas competições e ambiciona títulos e marcas. Entre as principais competições, a jovem de apenas 16 anos almeja entre outros, os Estaduais adulto e Sub-20, Troféu Brasil, Mundial Sub-20 e Mundial de Cross Country.

“No Estadual Sub-20 queria conquistar pelo menos dois títulos e no adulto ficaria bem feliz se conquistasse a medalha no obstáculo. Em 2021 será a primeira vez que disputarei uma competição oficialmente como atleta Sub-20”, projetou Aylana Cezar, que na temporada passada (2019) disputou os 3000 m com obstáculo e terminou na terceira colocação.

No final de março, a World Athletics (ex-IAAF) emitiu um comunicado oficial para informar o adiamento do Mundial Sub-20, que seria disputado em Nairóbi, Quênia, de 07 a 12 de julho. A nova data ainda será marcada. A decisão foi tomada em conjunto com o Governo do Quênia e o Athletics Kenya (Comitê organizador). A ação segue uma orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS), em virtude à Pandemia causada pelo coronavírus.

“Com toda essa paralisação e com a mudança para o ano que vem, eu acredito que tenha chances de conseguir o índice. Fechar essa competição entre as 20 primeiras colocadas me daria uma marca excelente”, explicou a jovem que irá completar 17 anos em dezembro.

Determinada. Aylana Cezar é a atleta mais jovem da história a participar do Troféu Brasil, vem colecionando títulos estaduais desde o Sub-16, em 2017 fez parte da Seleção Paulista no Campeonato Brasileiro Escolar. Em 2019, conquistou a Copa do Brasil de Cross Country e agora o foco está no Mundial

“O Mundial de Cross Country será na Austrália eu com certeza quero muito estar lá. Eu estava analisando os resultados do ano passado e seu eu terminar no top 20, ficarei bem feliz”, falou.

Convidada para fazer parte do nosso Podcast, Aylana respondeu onde se vê daqui dois ciclos Olímpicos (8 anos).

E foi assim que tudo começou…
Nascida em São Paulo, Aylana, com um mês de vida voltou com a família para a cidade de Maresias, litoral Norte de São Paulo, onde passou toda sua infância. Antes do atletismo, passou pela natação, balé, circo, handebol, capoeira e surfe, nos intervalos da escola ainda jogava futebol com os meninos.

Filha de professora de Educação Física e de pai surfista, aos 12 anos Aylana precisou tomar uma decisão mudaria sua vida.

“Quando passei na peneira do Centro Olímpico fiquei na dúvida, se ficava em Maresias investindo no surfe ou se ia para São Paulo apostar no atletismo. Eu sabia que era uma oportunidade única. A escolha foi 100% minha e apostei no atletismo, sabia que não seria fácil, mas tinha certeza que seria incrível e está sendo, mudou minha vida”, finalizou.

Títulos e marcas

– Títulos estaduais desde o sub16.
– Seleção paulista no brasileiro escolar 2017.
– Melhores marcas de São Paulo ano passado nos 2000m com obstáculos e nos 3000m rasos.
– 3° lugar 1000m com obstáculos – Brasileiro Sub-16 de 2018.
– 3° lugar 3000m com obstáculos – Brasileiro sub20 de 2019.
– Atleta mais jovem da história a participar do Troféu Brasil.
– Campeã brasileira Cross Country 2020.
– Atleta do mês de janeiro no site da FPA.

Aylanza Cezar, foi atleta do mês de janeiro no site da Federação Paulista de Atletismo e agora estará em nosso Podcast.

– Nesta entrevista, Aylana contou quais são seus ídolos
– Como foi para os pais quando ela decidiu fazer atletismo
– Quem é a principal adversária na pista e muito mais…

E você consegue adivinhar que tipo de música que ela gosta de ouvir? Comente!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here