Atletismo Paulista é destaque no Brasileiro Caixa Sub-18

211
Centro Olímpico, Orcampi e CASO: pódio geral (Wagner Carmo/CBAt)

A ORCAMPI (SP) comemorou na tarde deste domingo (22/11) o segundo título importante em apenas duas semanas. Depois de ganhar o Campeonato Brasileiro Caixa Sub-20, a equipe de Campinas venceu o Brasileiro Caixa Sub-18, disputado neste fim de semana no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), na cidade de Bragança Paulista (SP).

A ORCAMPI somou 150 pontos na classificação geral, ficando em 1º lugar também no masculino, com 62, e na 2ª colocação no feminino, com 88, empatada como o IPEC-PR. O Centro Olímpico-SP foi vice-campeão no geral, com 135 pontos, e campeão do feminino, com 109.

“Foi um grande trabalho de equipe. O objetivo era ficar entre os três primeiros, mas fomos surpreendidos com o título. Desde 2010 a Orcampi não ganhava o Sub-18 e o Sub-20 no mesmo ano”, comentou Alex Sandro Lopes, treinador da equipe de Campinas.

“A Ana Luísa foi uma supercampeã, o 4×400 m misto foi importante, assim como o Vinícius de Carvalho Alves nos 2.000 m com obstáculos, além de todos os outros que contribuíram pela boa pontuação”, concluiu.

Na classificação por medalhas do Brasileiro Caixa Sub-18, Atletismo Paulista conquistou 42 lugares no pódio, com 14 de ouro, 13 de prata e 15 de bronze. Paraná, campeão do ano passado, ficou na segunda posição, com 19 medalhas (6, 8 e 5), seguido de Santa Catarina, com 18 (6, 6 e 6).

Ana Luísa e Izaias, os melhores do campeonato
(Wagner Carmo/CBAt)

Os melhores – Ana Luísa Couto Ferraz (Orcampi-SP) foi eleita a melhor atleta da categoria feminina e Izaias Alves Sales (AGUIAS Guariba-SP) ganhou no masculino. Ana Luísa quebrou o recorde da competição nos 100 m com barreiras, com 13.74 (1.2), e o brasileiro da categoria do heptatlo, com 5.150 pontos.

Já Izaias venceu as provas dos 100 m, com 10.37 (2.3), e dos 200 m, com 20.97 (3.7). O vento acima do permitido (2.0) impediu a homologação das duas marcas para efeito de Ranking.

Na prova feminina dos 400 m com barreiras, Camille Cristina de Oliveira (Barra Bonita-SP) levou o ouro, com 1:02.82, seguida de Letícia Quingostas de Oliveira (Centro Olímpico-SP), com 1:03.61.

Nos 200 m, Izaias e Ana Cecília Correia de Oliveira (ABDA-SP) foram os campeões, confirmando o favoritismo. Os dois venceram os 100 m na sexta-feira (20/11). Izaias completou a prova em 20.97 (3.7), enquanto Ana Cecília obteve a marca de 24.38 (4.7).

“Queria muito esses 20 segundos. É muito bom ser o campeão dos 200 m também e ganhar como o melhor atleta da competição. Eu vou disputar o Troféu Brasil e sei que vou encontrar muita gente boa para me puxar. Vou continuar perseguindo tempos melhores nas duas provas”, afirmou Izaias.

Ana Cecília Oliveira, vence também os 200 m
(Wagner Carmo/CBAt)

Já Ana Cecília disse que estava muito confiante por ser a líder do Ranking, mas ressaltou que “numa final são oito e tudo pode acontecer”.

“Estou feliz demais por vencer os 100 m e os 200 m e ir para o Troféu Brasil. Desde o começo do ano estava desanimada, troquei de técnico e veio a pandemia. Mas esse é o meu último ano como sub-18 e quando voltei aos treinos e soube que o calendário iria ser realizado me animei. Voltei com vontade dobrada para os treinos e queria ter índice para o Troféu Brasil”, comentou. “O vento impediu o índice para o Mundial de Nairóbi, mas estou animada para o Troféu Brasil.”

O pódio masculino teve também ou representante do Atletismo Paulista, o medalha de prata Enzo de Castro Barros (LUASA-SP), com 21.55. No feminino, Ana Cecília teve a companhia de Giovana Corradi (Centro Olímpico-SP), medalha de bronze no heptatlo, terceira colocada, com 25.60.

O Atletismo Paulista ainda subiu ao topo do pódio na última etapa do torneio no 4×400 m misto, com a ORCAMPI-SP, com 3:40.41.

Fonte: CBAt

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here