Atletismo de Sertãozinho planeja retorno às pistas

120

Após uma temporada marcada pelo distanciamento social causado pela pandemia do COVID-19, o Instituto Social Cultural e Esportivo Sertãozinho (ISCE) começou a temporada 2021 com novos objetivos e aos poucos retomando as atividades.

“Estamos treinando os atletas a partir do Sub-18, limitando a 2 horas e entre três a quatro vezes na semana. No mês fevereiro iniciamos os trabalhos mais específicos de cada prova. Hoje estamos atendendo com o limite de 14/15 atletas”, explicou o professor de atletismo, Diego Araújo.

Foto tirada antes da Pandemia – Por Lisangela Cruz (Galeria de Fotos)

Após passar 2020 sem competir, o professor explica que a pandemia afetou principalmente na questão dos apoiadores (patrocínios), mas com apoio da Prefeitura de Sertãozinho, o projeto é voltar para as competições.

“Com os treinamentos em andamento, pretendemos iniciar as competições em abril. Neste momento dependemos unicamente da prefeitura municipal de Sertãozinho para custear as viagens. Durante a pandemia, perdemos algumas doações que entravam no caixa do instituto e tivermos que enxugar os gastos. Mas esperamos que 2021 possamos competir novamente”, reforçou Diego.

A cidade de Sertãozinho, localizada no interior do Estado de São Paulo tem como principal nome no atletismo.

A atleta Maria Zeferina Baldaia, vencedora da São Silvestre em 2001 e em sua homenagem, o Centro Olímpico leva seu nome.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here