Associação dos Treinadores de Corrida de São Paulo elege nova diretoria

210
Foto: Rede Social Ludias Assessoria

A Associação dos Treinadores de Corrida de São Paulo (ATC-SP) elegeu em assembleia realizada no último dia 11 de julho, a nova diretoria para 2020. Graduada em Educação Fìsica, Alessandra Othechar assume a presidência da entidade ao lado de Rodrigo Contó (vice-presidente), Sidnei Correia (Diretor financeiro), Daniel Alves (Diretor técnico) e Luciana Dias (Diretora  de MKT).

Recém eleita, a presidente Alessandra Othechar comentou sobre o foco inicial e as expectativas dessa nova gestão.

“O foco inicial é a organização da retomada das atividades nos parques. Outras ações como recadastramento de treinadores nos parques e USP, manual do corredor e formação de uma certificação ATC-SP de treinadores e estagiários”, falou a presidente.

“No primeiro momento, o foco da ATC-SP foi validar o protocolo de retomada das atividades das assessorias esportivas, junto a Prefeitura de SP, através do Centro de Contingência da Prefeitura. Nosso protocolo está alinhado ao Plano São Paulo e em consoante com a Sociedade Paulista de Medicina do Esporte”.

Em relação as conversas com o Centro de Contingência da Prefeitura de São Paulo, a presidente Alessandra Othechar, disse que ficou bem satisfeita com a aprovação e repercussão do protocolo.

“Fizemos um protocolo que já foi aprovado pelo centro de contingência e reverberado pelo CREF para todo o estado. A partir de então, temos três protocolos que precisam ser seguidos (e os treinadores precisam estar cientes e ter conhecimento pois são nestes protocolos que estão as orientações dos órgãos públicos): Prefeitura de São Paulo, Conselho Regional de Educação Física de São Paulo (CREF4) e Associação dos Treinadores de Corrida de São Paulo”, explicou.

Conversamos com a presidente eleita Alessandra Othechar e neste bate-papo, falamos de Permits, corredores de rua, novo momento das assessorias e patrocinadores.

A FPA tem um papel crucial na homologação das corridas de rua, com a emissão dos Permits que é o primeiro passo para o organizador conseguir o alvará. Qual é a importância para assessorias participarem de eventos que tem essa preocupação com a segurança dos atletas?

É importante que uma prova tenha o permit da Federação Paulista de Atletismo (FPA), pois isso é garantia que o organizador cumprirá todos os itens de segurança para que o corredor participe tranquilo e nós treinadores, além de seguros com relação ao atendimento aos atletas, tenhamos a garantia que o percurso da prova foi aferido corretamente.

Conversando com diversos corredores de rua, eles não associam o esporte que eles praticam ao Atletismo. Porque você acha que isso acontece?

Muitos corredores de rua, associam o atletismo sendo um esporte de pista e que somente profissionais fazem atletismo. Quando tivemos o circuito de rua da FPA, foi bem legal!

Hoje vemos muitas assessorias e academias dando consultas online, é claro que não é a mesma coisa, mas você acha que com o isolamento surge uma aceitação maior desse modelo e uma nova oportunidade para as assessoria de corrida de rua?

É uma oportunidade para abrir portas para novos projetos. Muitas pessoas ainda estarão em home office, o importante é ficar fisicamente ativo.

Como vocês estão analisando a relação com os patrocinadores com essa pausa nas provas?

Com a queda brutal das vendas, a maioria das empresas tiveram que rever seus investimentos, principalmente porque muitas tem problemas até para honrar os compromissos com seus funcionários e fornecedores. Mas acreditamos que assim que for possível a realização das provas com segurança, elas voltarão a investir patrocinando ou apoiando provas de corrida, sobretudo as marcas esportivas.

Associação dos Treinadores de Corrida de São Paulo (ATC-SP)

Idealizada em 2002, a ATC-SP nasceu buscando melhores condições para os profissionais da área da corrida e com o escopo de representar seus associados perante órgãos municipais, estaduais, federais, organizações privadas e à comunidade, visando garantir e promover o exercício profissional de seus associados, conforme as leis vigentes em nosso País.

Um dos objetivos de nossa Associação é contribuir para o ordenamento do uso de espaços públicos por corredores de rua. Isto porque é característica da nossa atividade atuarmos em grandes espaços abertos.

Somos todos profissionais de Educação Física, comprometidos com a promoção da saúde física e mental das pessoas. Temos consciência que pessoas ativas fisicamente têm menor chance de apresentar doenças como diabetes, hipertensão, problemas cardiovasculares e patologias crônico-degenerativas, as ditas comorbidades, fatores de agravamento do risco para a infecção pelo COVID-19.

Outras ações estão sendo alinhadas e já em andamento como:

  • cursos e workshop de capacitação para profissionais e estagiários com finalidade de aperfeiçoamento e formação profissional;
  • organização da utilização e atuação dos associados em áreas públicas, definindo normas que garantam o convívio, a preservação ambiental e a limpeza nestas áreas;
  • criação do novo manual do corredor ATC-SP com dicas sobre treinamento de corrida, nutrição, lesões, fortalecimento muscular e etc.
  • Criação de treinos assistidos (assim que permitido os treinos em grupo) entre os treinadores associados e seus times onde a competição deixa de existir e abre-se espaço para a integração entre treinadores e atletas de todas as equipes e
  • Parceria com mercado esportivo (organizadoras de provas, lojas, cursos, etc)

1 COMMENT

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here